Tecnologia do Blogger.
RSS

Mundo Pós-Apocalíptico

        Eu acordei em uma cama suja e desarrumada, em um quarto semidestruído, olhando para todos os lados e só vendo corpos e entulhos. Eu acabei de sair de casa e vejo um bilhete, depois pego esse bilhete e leio:

AUTOR: Fernando Dias

       “Caso você esteja lendo isso, você acordou em um mundo pós-apocalíptico: a guerra entre os Estados Unidos e a Síria acabou se tornando mundial, bombas químicas foram lançadas no mundo todo, quase todos estão infectados com uma neurotoxina que o transformará numa criatura horrenda, e apenas alguns poucos têm a imunidade, eu não dei sorte, daqui a mais ou menos 12 horas estarei comendo carne humana. Espero que você sobreviva” - George Harrison, 12 de setembro de 2017.
AUTOR: Leonardo Bittencourt

      Após sair de casa, me deparei com um ser estranho, com a aparência de um ser humano, mas com fome de carne humana, desmembrando outro ser. Ele era pequeno, com uma pele escura e olhava para mim como se eu fosse um frango assado. Quando percebo, estou rodeado dessas criaturas, parece que elas surgem infinitamente. E todas vêm em minha direção.
AUTOR: Raphael Moreira

     Voltei pra casa correndo e me tranquei. Fui loucamente à procura de suprimentos e acabei achando somente um pé de cabra. Como meu único armamento e minha única maneira de sobreviver, tive que começar a bater nessas criaturas loucamente. Muitas morreram, mais vi que elas eram impossíveis de matar, quando havia milhares.
AUTOR: Gabriel Pimenta

      Quando me dei conta, não dava pra ver mais nada além de criaturas escuras e com olhos vermelhos, vindo diretamente em minha direção. Ao começar a correr me dei conta de que fui mordido. A dor era mais agonizante que a dor próprio inferno, mas um clarão apareceu. Será que morri?
AUTOR: Heitor  Zimmer

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comentários:

Rafael do Amaral Santos disse...

Faz a parte 2

Postar um comentário